fotos

Todo processo de carbonização produz carvão vegetal, gases condensáveis e não condensáveis. Os gases condensáveis são o alcatrão vegetal e o ácido pirolenhoso.

O Sistema Veredas oferece a opção de sequestrar o alcatrão vegetal, adequando a produção de carvão vegetal à Resolução CONAMA nº 491, de 19 de novembro de 2018, que dispõe sobre padrões de qualidade de ar.

O sequestro do alcatrão vegetal retira da atmosfera particulados emitidos durante a produção de carvão vegetal.

O Sistema Veredas permite a condensação do material particulado, levando à produção do bio-oleo, um subproduto resultante do processo de carbonização.

O bio-óleo pode ser comercializado para termoelétricas, cimenteiras e processos que demandam caldeiras a vapor. Tem, ainda, aplicações na indústria química e de alimentos.

É um produto que tem alto valor ambiental, uma vez que substitui óleos de baixo poder de fluidez (BPF), os quais são de origem fóssil, portanto, não renováveis.